terça-feira, 27 de março de 2012

Dança
MARIO QUINTANA

A menina dança sozinha
por um momento
A menina dança sozinha
com o vento, com o ar, com
o sonho de olhos imensos…
A forma grácil de suas pernas
ele é que as plasma,
o seu par
de ar,
de vento,
o seu par fantasma…
Menina de olhos imensos,
tu, agora, paras,
mas a mão ainda erguida
segura ainda no ar
o hástil invisível
deste poema!

para Marcela

2 comentários:

  1. Linda menina, lindo desenho... E o poema parece feito para ela!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela é a criança mais doce e feliz que conheço.

      Excluir